5-erros-comuns-blogueiros-iniciantes-cometem

5 erros mais comuns que blogueiros iniciantes cometem.

Se você acabou de entrar no mundo dos blogs ou se já faz blogs há pouco tempo e descobre que as coisas não estão funcionando como você esperava, valerá a pena gastar algum tempo entendendo os erros comuns que os blogueiros cometem . Erros que dificultam desfrutar o que deveria ser uma experiência agradável e satisfatória: Blogar! Iremos tratar dos cinco erros mais comuns cometidos por blogueiros iniciantes para que você não cometa esses erros.

Os cinco erros mais comuns de novos blogs são:

  1. Mergulhar (ao invés de tatear)
  2. Ter expectativas irreais
  3. Perder o foco
  4. Plagiar
  5. Ignorar o leitor

1 – Mergulhar! 

Muitos blogueiros estão tão ansiosos para começarem que mergulham em vez de entrar devagar. Como diz o jargão, “vão com muita sede ao pote”! Um erro em uma piscina ou lagoa desconhecida e um erro ao entrar em uma nova arena como a ‘blogosfera’. Considere o seguinte antes de começar seu blog:

Encontre um foco para o seu blog. . . um foco que reflete o que você sabe, o que lhe interessa e sobre o que você gosta de falar e escrever. Nenhum tópico está fora dos limites: política, religião, ciência, orientação sexual, comédia, exercícios, dieta, doenças, etc., etc.

Reserve um tempo para ler dezenas de blogs diferentes: observe as cores, os gráficos e os layouts para ter uma ideia do que é atraente para você. Observe também que alguns blogueiros são prolixos e outros são breves e diretos. . . outros são apenas tagarelas e divertidos e não têm nenhum ponto em particular a dizer. . . este também é um estilo pessoal que você pode escolher.

Você precisa de um host para o seu blog, alguns são gratuitos, alguns cobram uma pequena quantia por mês pelo serviço, alguns são simples de usar e alguns exigem mais conhecimento técnico, alguns têm mais recursos do que outros; escolha com cuidado, uma vez que você estabeleceu seu blog e tem alguns leitores regulares, você pode não querer alterar seu endereço (seu URL).

Você pode ou não querer usar seu nome verdadeiro em seu blog, isso depende de muitos fatores, e um deles é sua posição sobre questões polêmicas e como publicamente deseja ser identificado com suas opiniões. Então, por esses pequenos detalhes você já percebe que há muito o que definir e pensar que te impede que você mergulhe de cabeça sem analisar cada detalhe, cada passo que você tenha ou terá que dar.

2 – Expectativas irreais! 

Se você começar a blogar esperando resultados instantâneos, um grande número de leitores e muitos comentários elogiosos, acredite você poderá ficar desapontado. Existem dezenas de milhares de blogs online competindo pelo mesmo público. Paciência e tenacidade são essenciais de sua parte. Se você escrever bem, encontre um nicho único para preencher, tenha títulos atraentes para suas postagens e promova incansavelmente o seu blog para que os leitores e comentários (alguns dos quais sejam orgânicos e gratuitos) virão.

3 – Perder o foco! 

Quando você começou seu blog, você tinha um motivo específico para fazê-lo; pode ter sido para expressar suas opiniões sobre um tópico ou pode ter sido apenas para se comunicar com um círculo próximo de amigos sobre suas atividades diárias. Os leitores virão ao seu blog pela primeira vez e estarão interessados ​​ou não no seu assunto, gostarão ou não do seu estilo e, se gostarem do seu assunto e estilo, poderão comentar e voltar mais tarde. Depois de estabelecer um tópico e um tom para o seu blog, você estará livre para alterá-lo, mas para fazer isso, você basicamente estará começando tudo de novo.

Esteja ciente de que você pode ter mais de um blog, cada um dos blogs dedicado a um determinado tema e cada um, se quiser, com uma identidade diferente. Diversifique sim se puder e tiver capacidade para isso, mas mantenha cada blog no seu lugar. Cada blog com seu foco e seus resultados aparecerão. E cuidado com assuntos muito diversificados. Um blog de notícias de ciência e tecnologia por exemplo, possui tantas informações que podem ser consideradas e tratadas que poderá fazer com que você facilmente deixe de focar em assuntos que darão mais retorno.

4 – Plagiar! 

Existem alguns grandes blogueiros por aí e, conforme você navega por blogs, pode encontrar um que disse algo muito bem, algo que ressoou em você e algo que você deseja colocar em seu blog. NÃO basta copiar e colar as palavras de alguém em seu blog sem dar-lhe crédito, fazendo com que pareça para o mundo que as palavras são suas. Se você escrever, escreva com suas próprias palavras e escreva melhor, acrescentando seus próprios pensamentos e sentimentos e então seja gentil, mencione de onde você tirou a ideia e forneça um link. Isso é melhor até do que copiar e dar o crédito.

5 – Ignorar o leitor! 

Algumas das pessoas que leem seu blog deixarão comentários; alguns leitores vão concordar com você e alguns leitores podem até elogiar seus insights, mas a maioria vai escolher um ponto que você fez e criticá-lo gratuitamente. As pessoas deixam comentários em outros blogs pelo mesmo motivo que elas mesmas blogam, para trocar ideias e expressar seus pontos de vista. Sempre responda aos comentários de seus leitores; agradeça-os por ler e comentar (mesmo as críticas severas) e depois responda, conforme apropriado, a seu comentário. Se você ignorar seus comentários, seus leitores podem acabar ignorando seu blog.

Ignores essas possibilidades de erro e seu blog estará arruinado. Caso você já não seja tão iniciante, e teu blog decolou, mas em algum momento caiu, veja no próximo artigo, complemento a esse, os 05 erros que blogueiros comentem e que tornam um blog útil num blog inútil. Até lá.