Quais os benefícios do enxaguante bucal?

A higiene bucal é formada pela boa escovação, pelo uso diário do fio dental e do enxaguante. O enxaguante bucal, por sua vez, muitas vezes é deixado de lado pela correria da rotina, mas possui um papel importante para a manutenção da saúde da boca.

Levando esse papel em consideração, o uso do enxaguatório não deve ser subestimado. Vantagens como o combate a bactérias e a prevenção de cáries e da doença periodontal podem ser citadas.

No entanto, deve-se considerar também as contraindicações, como aqueles pacientes que passaram pelo tratamento de clareamento dental.

Veja quais são os benefícios à saúde bucal que o enxaguante é capaz de trazer.

Ação antibacteriana

A principal ação do antisséptico bucal é a redução das bactérias na boca. Mesmo com a escovação e o uso do fio dental, muitas vezes não são suficientes para controlar o número desses microrganismos na boca. O enxaguante vem otimizar justamente essa função.

Esse controle é muito importante, já que é justamente a ação das bactérias nos restos de alimentos que leva a formação da placa bacteriana, e assim ao tártaro, a cárie, a gengivite e a periodontite sucessivamente.

Combate a placa bacteriana

A placa bacteriana, como o nome mesmo diz, se trata do acúmulo de bactérias em uma superfície com restos de alimentos e de células descamadas. Esse conjunto gera na formação de uma película “gosmenta” e pegajosa, que impacta a estética da dentição com manchas amareladas.

A placa bacteriana é formada cerca de 4 a 12 horas após a refeição e também da má escovação. Logo, não deixe de lado nenhum dos passos essenciais e que inclui o uso do enxaguante.

Prevenção ao tártaro

O tártaro é resultante da placa bacteriana quando não tratada. Sua evolução é nada mais nada menos do que a placa calcificada. Pode ser identificado por manchas amareladas ou amarronzadas que possuem uma espessura diferente da natural dos dentes.

Ao contrário da placa bacteriana, o tártaro não pode ser eliminado pela boa higiene bucal, mas pode ser prevenido por ela.

Prevenção às cáries

As cáries são a evolução do tártaro. Se tratam do desgaste da estrutura dentária que aos poucos vai se aprofundando, atingindo a dentina e trazendo sensibilidade. Levando isso em conta, fica clara a importância do uso do enxaguante bucal para a prevenção às cáries.

A prevenção é feita, assim como as demais evoluções da placa bacteriana, na eliminação das bactérias, impedindo assim, as suas reações e as demais consequências.

Prevenção às doenças periodontais

Quando a placa bacteriana se aloja na linha da gengiva, ela pode causar uma irritação no tecido gengival, fazendo com que a doença periodontal se desenvolva. A doença periodontal em sua fase inicial possui sintomas como dores, vermelhidão e mau hálito, podendo evoluir para uma inflamação no futuro se não tratada.

Aqui também se faz necessário a presença do uso do enxaguante bucal, associado às técnicas adequadas de escovação, a passagem do fio dental e as visitas periódicas ao odontologista.

Combate a halitose

Uma vez que os problemas bucais são evitados, se combate também o mau hálito, que é uma das principais consequências desses danos.

A principal causa da halitose, por sua vez, é o acúmulo de resíduos na superfície da arcada dentária. A reserva nutritiva desses restos deixados, atraem bactérias que acabam por liberar uma toxina de odor desagradável.

O uso do antisséptico bucal também vem com a finalidade de trazer mais refrescância ao hálito, eliminando as bactérias e assim essas substâncias.

Uso rápido

Mesmo com a correria do dia-a-dia, o uso do antisséptico não é inviável. O seu uso é prático e rápido, sendo o tempo ideal do bochecho de 30 segundos.

Acompanhando a escovação e o fio dental, o uso do enxaguante bucal deve ser preferivelmente feito à noite, levando em conta que a higienização noturna é considerada a mais importante.

A compra do antisséptico bucal ideal deve ser intermediada pelo seu dentista, dessa vez considerando as indicações e contra indicações de suas particularidades.

Dentre as contraindicações estão crianças menores de 3 anos, idosos que sofrem de alguma debilidade motora, pacientes diabéticos e que passaram pelo procedimento de clareamento dental.

Por fim, tenha em mente que todas as fases da higiene bucal são igualmente importantes e essenciais para um sorriso mais harmônico e saudável.

%d blogueiros gostam disto: