c6-bank-realmente-confiavel

O C6 Bank é realmente confiável?

Está com dúvidas se o C6 Bank é realmente confiável? Você obterá a resposta através desse artigo!

A aparição dos bancos digitais no mercado financeiro tem se tornado cada vez mais constante, o que fez com que muitas pessoas passassem a cogitar a possibilidade de abrir conta em uma dessas instituições. Um dos bancos que tem gerado o que falar é o C6 Bank e, dentre alguns pontos que devem ser analisados antes de abrir conta, um dos mais importantes é se o C6 Bank é confiável. Se você está com essa dúvida, basta conferir esse post para obter a resposta para essa pergunta.

O C6 Bank é uma instituição relativamente nova, e esse fato pode suscitar algumas dúvidas. Uma delas é sobre a confiabilidade da empresa, e falaremos de maneira mais profunda no post de hoje. Confira!

Desde sempre aprendemos a zelar pelo o que é nosso, e isso deve ser aplicado em todas as áreas da vida. Porém, quando assunto é dinheiro, todo cuidado é pouco. Ninguém quer que o próprio dinheiro seja administrado por uma instituição incompetente ou até mesmo insegura. E é com esse pensamento na cabeça que se torna extremamente importante saber se o C6 Bank é realmente confiável. E para obter essa resposta, basta continuar nesse artigo que iremos falar tudo a respeito desse assunto.

História do C6 Bank

Um dos pilares que podem auxiliar a concluir uma resposta precisa se ele é realmente confiável, é conhecer o seu histórico. E isso é pode ajudar porque, ao analisar a história, investiga-se também como foi a fundação da empresa e como ela se comportou com o passar dos tempos. Por exemplo, se uma empresa sempre demonstrou instabilidade ou certo desdém para com os clientes e eventuais problemas, é certo que esse tipo de comportamento perdura até o presente momento.

Agora, se uma instituição sempre se aplicou para resolver os problemas, procura estar constantemente se reinventando e se readequando perante as necessidades, a probabilidade desse comportamento permanecer até os dias atuais é realmente grande. A realidade é que, mesmo o C6 Bank sendo um banco muito recente, ele possui alguns fatos bem interessantes que devem ser citados.

O C6 Bank foi fundado no ano de 2018 pelos ex-sócios do BTG Pactual, um conhecidíssimo banco voltado para a área de investimento. Entretanto, foi somente em 2019 que o C6 passou a ter a licença de funcionamento concedida pelo Banco Central do Brasil e, então, passou a atuar como instituição bancária naquele mesmo ano. O fato de o C6 ter conseguido o aval do Banco Central já diz muito sobre a sua confiabilidade, pois para pode ter essa licença a empresa deve passar por um longo processo de averiguação.

Porém, de início, o C6 operava em fase beta, um ambiente onde somente alguns usuários selecionados poderiam se cadastrar no serviço. Os usuários que poderiam se tornar cliente eram aqueles que tinham convite e, durante essa fase, muitas modificações e melhoras foram feitas. Mas, atualmente, o banco já está em sua versão final e qualquer pessoa pode se tornar um correntista do banco.

O C6 Bank é confiável?

Analisando um pouco do histórico da empresa, é possível chegar na conclusão de que o C6 é um banco que está sempre se atentando em relação às novidades e preza para que o cliente tenha sempre uma experiência positiva no seu aplicativo. Entretanto, para alguns, essas informações podem não ser suficiente para fazer com que acreditem que o C6 é realmente um banco que preza pela segurança do usuário, e isso é completamente entendível.

A realidade é que há outras questões que dão veracidade a esse fato. Um deles, por exemplo, é que apesar de o banco ter uma sede em São Paulo, em um prédio de oito mil metros quadrados, ele também consta com um escritório em Nova York. Esse escritório é utilizado para algo bem específico, que é de desenvolver sistemas seguros para empréstimos e detecção de fraudes. E apesar de isso corroborar bastante com o fato de serem confiáveis, não acaba por aí.

Poucas são as instituições que destinam parte do dinheiro para um setor especializado em auferir maior segurança e confiabilidade para os seus clientes. E saber que o C6 Bank é autor de tal iniciativa já é uma maneira de passar a enxergar a empresa com outros olhos.

Nesse escritório em NY eles não atuam sozinhos, mas sim em parceria com o Massachusetts Institute of Technology (MIT). Todo esse projeto para melhorar a experiência do usuário consta com mais de 500 funcionários. Para que a empresa pudesse criar todo o aparato para melhorar a segurança e iniciar os seus serviços, obteve-se um investimento inicial de R$250 milhões.

E para que você possa ter ainda mais certeza sobre a confiabilidade do C6 Bank, nos tópicos abaixo iremos mostrar algumas ferramentas que contribuem para essa segurança. Porém, se você já está convencido de que se trata de uma instituição confiável, saiba que é possível fazer abertura de conta no C6 Bank através de um telefone celular, do conforto da sua casa.

Por que o C6 Bank é confiável?

Para que você possa compreender com mais exatidão os motivos que fazem desse banco ser bastante confiável, elencaremos algumas das suas tecnologias que garantem maior seguridade para os seus usuários. A instituição possui algumas ferramentas que maximizam o nível de confiabilidade, e abaixo você irá conferir mais a respeito desse assunto.

Fundo Garantidor de Créditos

Para quem não sabe, o Fundo Garantidor de Créditos, também conhecido pela sigla FGC, trata-se de uma entidade administrativa que protege tanto correntistas como investidores e que permite recuperar o valor de até R$250 mil por CPF. Para quem não compreende muito bem a finalidade do FGC, ele funciona da seguinte maneira; supondo que o banco feche as portas por falência, por exemplo, você terá a certeza de receber todo o valor investido, contanto que ele não ultrapasse o valor estipulado de R$250 mil.

Em suma, isso dá a garantia aos clientes da instituição que todo o valor será restituído em caso de falências, mas desde que não ultrapasse o valor estipulado por CPF.

Essa é uma ótima maneira de fazer com que os clientes se sintam mais seguros, pois eles terão a certeza de que, independente do que ocorra, será possível obter o valor de volta. Algumas pessoas acham que o FGC cobre apenas o dinheiro dos investidores, mas isso não procede. Tanto os investidores quanto os correntistas sendo assegurados pelo fundo garantidor de Créditos.

Bloqueio temporário

Outra ferramenta que apesar de muito simples serve para aumentar a segurança do cliente, é o bloqueio temporário. Como o próprio nome sugere, o seu cartão físico pode ser temporariamente bloqueado e, quando está assim, é impossível realizar qualquer compra, seja ela online ou não. Sendo assim, após realizar uma compra, você pode bloquear o seu cartão e somente desbloqueá-lo quando quiser utilizá-lo novamente.

É verdade que se trata de uma funcionalidade bastante simples, mas é perceptível o quão seguro os seus dados ficam com a bloqueio temporário. Tanto que a grande parte dos bancos estão adicionando essa função nos seus cartões.

Além do mais, é importante destacar que esse bloquei é instantâneo. Ou seja, você não precisa desbloquear o cartão momentos antes de realizar uma compra para que o sistema possa processar. Assim que você der o comando, seja de bloqueio ou desbloqueio, instantaneamente o cartão irá obedecer ao comando.

Cartão virtual

Essa é outra funcionalidade voltada ao cartão de crédito ou débito que garante que somente o titular da compra irá utilizar, evitando, assim, possíveis fraudes. Ao ativar essa funcionalidade, a aplicativo irá criar uma versão distinta do seu cartão físico, ou seja, um cartão virtual. Esse cartão irá conter dados únicos, bem como uma nova numeração, uma data de vencimento distinta etc. Após utilizar esses dados para efetuar uma compra, o cartão irá autodestruir-se, impedindo que terceiros o clonem.

O cartão virtual surgiu exatamente para garantir que nenhum dado seu seja roubado, ainda que você faça transações online. Como é feito um novo cartão, com numeração diferente a cada compra, é impossível que ela seja clonado e usado indevidamente por terceiros.

Como você pôde perceber, mesmo sendo uma ferramenta simples, ela garante que você não sofrerá possíveis fraudes. Como já dito, o cartão virtual só pode ser utilizado uma vez e, caso queira realizar outra compra, deve-se gerar outra via, o qual é ilimitado. Além do mais, para poder utilizar essa opção, o cartão deve estar desbloqueado. Ou seja, quando você ativa o bloqueio temporário, não é possível gerar um cartão virtual.

Como aumentar ainda mais a segurança ao utilizar o C6 Bank?

Apesar de termos mostrado o quão confiável o aplicativo do C6 é, a verdade é que sempre é possível aumentar ainda mais o que já é bom. E, quando o assunto é segurança, todo cuidado é pouco. Há algumas dicas que, apesar de serem simples, quando bem aplicadas, podem aumentar significativamente a sua segurança, e falaremos mais a respeito disso nos próximos tópicos.

Use um antivírus

Essa é a dica primordial para quem preza pela sua segurança. Inclusive, essa é uma dica que vai além de garantir somente uma maior seguridade no aplicativo do banco, pois um bom antivírus lhe protege de muitas coisas. Assim como os computadores podem ser invadidos, os celulares também podem. Procure sempre manter o seu antivírus atualizado e utilize um que seja eficiente, mesmo que sejam pagos. Isso irá garantir que os seus dados fiquem preservados e não sejam roubados.

Não acesse o aplicativo por outro dispositivo

É verdade que o C6 Bank possui uma ferramenta para evitar que a sua conta seja acessada simultaneamente em dois aplicativos. Porém, para acessar em um dispositivo desconhecido, é só fornecer alguns dados pessoais. Entretanto, e recomendação é que você nunca faça isso, pois nem sempre é possível acreditar na idoneidade da pessoa do qual você está utilizando o celular.

Nos sentimos um pouco mais seguros quando utilizamos o celular de alguma pessoa conhecida, mas esse é um hábito que deve ser mudado. Afinal de contas, nunca se sabe os sites que tal pessoa acessa ou mesmo se ela possui um antivírus eficiente e/ou atualizado.

Às vezes pode acontecer de a pessoa que está lhe oferecendo o aparelho para que você entre na sua conta seja um amigo ou um parente próximo e, nessas ocasiões, muitos acham que não há problema. É verdade que nessa situação é possível confiar no caráter da pessoa, mas nem sempre se sabe se o dono do aparelho possui um antivírus seguro ou mesmo se tem uma conexão de internet segura.

Não acesse o aplicativo por redes públicas

As informações bancárias são muito sigilosas, e o que não falta são pessoas má intencionadas que procuram roubar esses dados. Quando você acessa o seu aplicativo do C6 Bank por uma rede pública, a sua segurança pode ser colocada à prova, pois esses wifis públicos podem facilmente ser invadido por hackers. Por isso, sempre que possível, utilize o seu 3G ou 4G, pois ainda que ele possa ser um pouco mais lento, ele é muito mais seguro e não possui uma rede compartilhada entre dispositivos.

Qualquer pessoa pode ter acesso a informações que são trocadas através de redes públicas, inclusive dados bancários. Portanto, se quer garantir que todas as suas informações fiquem seguras, passe longe dos sinais de wi-fi abertos.

Entretanto, caso o seu plano celular tenha acabado ou você simplesmente esteja sem crédito, e você precisa acessar o app, a dica é que você tenha instalado no seu celular um VPN. Sendo assim, toda vez que for usar o aplicativo por uma rede pública, basta ativar o VPN, pois ele blinda o seu smartphone de ser invadido.

O post termina por aqui, mas se você gostou das informações que foram passadas no decorrer desse artigo, não deixe de enviar para um amigo ou de compartilhar nas suas redes sociais, pois assim mais pessoas terão acesso a esse conteúdo. Se você ainda tem alguma dúvida, não deixe de utilizar o espaço de comentários e, no mais, não deixe de conferir outros artigos do site, pois certamente você irá gostar de muitos deles. Até a próxima!