Seu Blog de Notícias.

4 vezes a final da Libertadores foi disputada entre times brasileiros

A Taça Libertadores da América, ou CONMEBOL Libertadores, é a principal competição de futebol entre clubes profissionais da América do Sul, organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol. É a competição de clubes mais importante do continente, sendo um dos torneios mais prestigiados do mundo, juntamente com a Liga dos Campeões da UEFA.

Desde a sua primeira edição, ocorrida em 1960. Um total de 28 times brasileiros já disputaram a competição, sendo que 13 deles alcançaram as finais e 10 conquistaram ao menos um título, fazendo do Brasil o segundo maior campeão da competição, com 21 títulos, e o país com a maior quantidade de clubes campeões e finalistas.

Finais brasileiras na Libertadores

A primeira final entre clubes de um mesmo país, e do Brasil, foi em 2005, quando São Paulo e Athletico-PR se enfrentaram. O Tricolor Paulista levou a melhor. Depois do empate por um gol no duelo de ida, realizado no Beira-Rio uma vez que a Conmebol não liberou o jogo na antiga Arena da Baixada. O São Paulo goleou por 4 a 0 no Morumbi.

No ano seguinte, 2006, o Tricolor Paulista voltou à decisão e pegou o Internacional pela sua frente. Só que desta vez quem levou a melhor foi o time gaúcho, que venceu por 2 a 1 no Morumbi antes de garantir a taça após o empate por 2 a 2 no Beira-Rio.

Na Libertadores de 2020, que acabou sendo finalizada em 2021 devido à Pandemia, ocorreu a partida entre duas equipes do estado de São Paulo: o Palmeiras e o Santos. Foi a terceira final da história da Libertadores entre duas equipes brasileiras e a quinta de ambas as agremiações. A partida foi apitada pelo árbitro argentino Patricio Loustau.

O Palmeiras foi campeão ao vencer por 1 a 0, após gol do atacante Breno Lopes nos acréscimos do segundo tempo.

A final de 2021 entre Palmeiras x Flamengo

Em 2021 novamente, assim como na decisão da temporada anterior, a partida foi protagonizada por um clássico entre duas equipes brasileiras: o Palmeiras, que se classificou para a final pelo segundo torneio consecutivo, e o Flamengo.

Na decisão, o Verdão venceu a partida por 2 a 1 na prorrogação, após o tempo normal ter terminado empatado por 1 a 1. O Palmeiras abriu o placar com Raphael Veiga logo no início do jogo; o Flamengo igualou com Gabriel Barbosa aos 27 da segunda etapa. 

No começo da prorrogação, um erro do meia flamenguista Andreas Pereira no campo de defesa possibilitou ao centroavante palmeirense Deyverson roubar a bola e marcar o gol de desempate, resultado que o alviverde manteve até o final da partida.

Comments are closed.