Brasil quer promover turismo cívico em Brasília

Buscam que todos os brasileiros conheçam sua capital e para isso irão divulgar seu patrimônio histórico e cultural.

O Governo do Brasil assinou um acordo com a cidade de Brasília para começar a promover o “turismo cívico” a nível nacional e internacional na capital do país. Monumentos, locais históricos e até as obras do talentoso arquiteto Oscar Niemeyer farão parte da proposta.

O Ministro do Turismo do Brasil, Marcelo Álvaro Antônio ; e o presidente da Agência Brasileira de Promoção do Turismo Internacional (Embratur), Gilson Machado Neto, liderou a assinatura de um acordo de colaboração técnica entre o governo federal e o da cidade de Brasília, com o objetivo de promover o que chamaram ” turismo cívico ” .

O evento foi realizado na Casa de Chá, projetada pelo grande arquiteto Oscar Niemeyer, localizada na Praça dos Três Poderes , ponto de encontro de representantes dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo e uma das principais atrações da capital do país. .O Ministro do Turismo do Brasil, Marcelo Álvaro Antônio, conduziu a cerimônia de assinatura em Brasília

Brasília, declarada pela Unesco Patrimônio Cultural da Humanidade e Cidade Criativa do Design, fortalecerá esse tipo de visitação por meio de um convênio que, conforme esclareceram, não implica a disponibilização de recursos financeiros e terá validade de 30 meses, com possibilidade de extensão . Uma vez assinado, o Plano de Trabalho buscará garantir o acesso do público, em especial da escola, de todo o país a conhecer seus monumentos, sua história e seu patrimônio cultural .

Uma dica para aquelas pessoas que procuram locais calmos para tirar férias, sugerimos hospedagem em Jarapatinga.

Nesse contexto, a secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça , destacou Machado Neto como um aliado muito importante para a atividade em Brasília e destacou: “No ano passado foi a primeira vez que Brasília participou de feiras internacionais, em Buenos Aires e Londres. Agora, juntos, vamos trazer o turismo cívico de Brasília para o Brasil e para o mundo ” .

Por sua vez, o chefe da Embratur destacou o trabalho do Governo de Jair Bolsonaro para “recuperar a autoestima dos brasileiros” . “É uma honra estar aqui com o Marcelo Álvaro Antônio, que faz parte desse Governo que vai deixar um legado, que tem números para apresentar, principalmente em Brasília, com a secretária Vanessa, que sempre foi parceira nas ações, estimulando o turismo ”, Disse o responsável.Praça dos Três Poderes, en Brasilia

“Estamos na mais bela capital federal do mundo. Colocamos Brasília na plataforma mundial, em todos os eventos que a Embratur vem realizando. Parte do nosso sucesso, como quando ganhamos a maior feira internacional de turismo em Londres, se deve a termos cedido espaço para Brasília ”, expressou Machado Neto.

Por fim, Marcelo Álvaro Antônio elogiou o chefe da Embratur. “Gilson tem sido um grande aliado no desenvolvimento do turismo, principalmente na atração de turistas internacionais. Tivemos uma curva ascendente significativa em 2019 e ficamos tristemente surpresos com esta pandemia. Tivemos 163% mais empregos na economia do turismo ”, disse o ministro, e concluiu:“ Recentemente, acompanhei um arquiteto mundialmente conhecido que, durante os três dias que passou em Brasília, se surpreendeu publicando seis fotos por dia. Brasília é uma cidade privilegiada em termos de arquitetura ”.

%d blogueiros gostam disto: